03 de outubro de 2017

Dica do Salvati: Tipos de Vinho

No mundo dos vinhos, existem muitas nomenclaturas diferentes, como tinto, branco, rosé, espumante, frisante e fortificado. Mas, você sabe dizer porque cada tipo é definido assim? Continue lendo para conferir!


Tintos:
São vinhos que fermentam com a casca para adquirir uma tonalidade que varia de vermelho intenso a violeta. Podem ser leves ou encorpados, depende da uva utilizada, da região onde são colhidas e da maneira como são elaborados. A intensidade dos taninos também depende da uva e do método de produção, variando de sutil a taninos bem marcantes. Podem ser secos, meio secos ou suaves (doces). Entre os vinhos tintos da Salvati & Sirena você pode encontrar o Barbera Piemonte, o Cabernet Sauvignon, o Merlot, o Tannat e o Tinto Suave.

Brancos:
Tipo de vinho que, geralmente, fermenta sem a casca e possui tonalidade que varia de amarelo-palha a amarelo-dourado. A maioria possui um certo nível de frescor, que se dá pela acidez. Existem estilos variados, que dependem da região e das uvas utilizadas. De maneira geral, são mais sutis no paladar do que os tintos. Podem ser secos, meio secos ou suaves (doces). Entre os vinhos brancos da Salvati & Sirena você pode encontrar o Goethe, o Peverella, o Moscato Seco e o Branco Suave. 

Rosés:
Tipo de vinho que fermenta durante algumas horas com a casca para adquirir a cor rosácea. A tonalidade pode variar de acordo com o tempo que a casca permanece em contato com o líquido, indo do rosa bem claro ao rosa cereja intenso. Geralmente, apresentam acidez perceptível e corpo de leve a médio. Podem ser secos, meio secos ou suaves (doces).

Espumantes:
São vinhos que se caracterizam principalmente pela presença do gás carbônico. De maneira geral, apresentam acidez marcante e são muito versáteis para serem harmonizados – desde a entrada à sobremesa. Podem ser brancos, tintos ou rosés, além de secos, meio secos ou doces. Um espumante marcante elaborado pela Salvati & Sirena é o Espumante Moscatel Caminhos de Pedra.

Frisantes:
Tipo de vinho levemente espumante, ou seja, possui menos gás que os espumantes. Também podem ser brancos, tintos ou rosés. Tendem a ser bem fáceis de beber e excelentes para os que estão entrando no mundo do vinho. Podem ser secos, meio secos ou suaves (doces).

Fortificados:
Vinhos que passam por uma adição final de álcool, afim de aumentar a graduação alcoólica. Os vinhos do Porto, por exemplo, entram dentro dessa classificação. Apresentam, geralmente, entre 17-22% de álcool. 

Informações retiradas da Winepedia.

Gostou? Deixe seu comentário!

MARCADORES:

Compartilhe

Deixe seu comentário

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de total responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da construbelmais


Posts recentes

Dica do Salvati: Tipos de Vinho - Vinícola Salvati & Sirena